O Butiá, Itapuã

Nossa filosofia

(leia antes de usar)

_DND8864_1500px.jpg
 

A gente acredita em confraternizações verdadeiras, repletas de calor humano e simplicidade. Esta é a base do que fazemos, é o que nos move e é o que faz com que a gente acorde todo o dia pra trabalhar motivado.

Casamentos no Butiá são casamentos diferentes. Primeiro, porque a maior parte deles acontece durante o dia, sob a clara luz do sol. Quem casa por aqui tem o verdadeiro desejo de comemorar um momento importante em suas vidas de forma simples e autêntica — ou pelo menos nós gostamos de pensar assim. Não acreditamos em mega-festas, em roteiros pré-estabelecidos, em felicidade pra inglês ver. Somos pelo pé no chão, pela mesa farta, pelo sorriso verdadeiro, pela alegria de estar com gente que se ama, pelos momentos compartilhados ao vivo, olho no olho, sem hashtag. E por sermos assim, acreditamos que os que também pensam como a gente vão chegando aos pouquinhos, encontrando este lugar e sabendo que "é aqui" (é engraçado: uma grande parte das pessoas que vem conhecer o Butiá tem um momento de epifania quando vê o rio, o morro, o por do sol, um sentimento de ter encontrado o lugar certo, perfeito, é aqui, nem vou procurar mais. Nem todo mundo, é claro, mas pra algumas pessoas bate forte).

Nós queremos gente assim, festas assim. Talvez a gente vá um pouco na contramão do próprio negócio porque preferimos uma festa pequena e autêntica a um baita evento sem personalidade nenhuma. O que vale pra gente é o sorriso, é o muito obrigado, foi tudo perfeito, nunca vamos esquecer este dia. Coisas que ouvimos muito, modéstia à parte, e que nos enchem de felicidade e gratidão. Este é o grande retorno por fazer o que se gosta e por fazer bem feito (lá se foi toda a modéstia de novo, mas tá valendo).

Nós não vemos o Butiá somente como um negócio, até porque esta é a nossa casa, o lugar onde decidimos criar as nossas duas filhas. Nós acreditamos em trabalho duro, entra dia, sai dia. Em relações verdadeiras (com os nossos clientes, com os nossos funcionários, com o entorno, com nossos fornecedores, com a terra que nos dá sustento e alimento). E em gratidão, profunda gratidão — por podermos viver aqui, neste lugar tão mágico, neste momento tão mágico. Seria um contra-senso nós não praticarmos isto nos eventos que acontecem no Butiá. Felicidade só é real quando compartilhada, não é mesmo?

Se este texto fizer algum sentido pra ti, bem-vindo(a). Vamos adorar te receber, mostrar onde são as cerimônias, explicar como funciona o serviço, dar dicas de como fazer isto ou aquilo, recomendar fornecedores, falar sobre o menu, tirar dúvidas. É sempre um prazer receber gente legal por aqui.

: )

 

Desirée Strelau Hastenpflug Möller e Henrique Theo Möller
Proprietários